domingo, 27 de novembro de 2011

Consciência Negra

PESQUISAS REALIZADAS NA INTERNET
       
Dia 20 de novembro é um dia de liberdade para os corações de todos os brasileiros. Dia de refletir e conversar sobre a igualdade de direitos entre as pessoas, homens ou mulheres, negros ou brancos.

      Um povo que celebra a vida não poderia jamais sobreviver  às atrocidades da escravidão se não fosse capaz de cantar,  dançar, brincar, sorrir.

      O lúdico, o prazer, a alegria, a brincadeira podem entrar nesse cenário, a  partir das  histórias, músicas e das danças. Aprender como se dança, aprender as canções, aprender a fazer as indumentárias, os adereços.
E as Cantigas de Roda  que estão incluídas nas tradições orais em inúmeras culturas, no Brasil, fazem parte do folclore brasileiro, incorporando elementos das culturas africana, européia e indígena.
As cantigas de roda são de extrema importância para a cultura de um país. Através delas dá-se a conhecer costumes, o cotidiano das pessoas, festas típicas do local, comidas, brincadeiras, paisagem, crenças. Normalmente tem origens antigas e muitas versões de suas letras, pois vão sendo passadas oralmente pelas gerações.
Sempre que possível, organize uma roda e trabalhe em círculos.  Observe que o conhecimento se tece também em diálogos, em redes,  sensações, observações, sentimentos. Qualquer motivação para encontro, festa ou celebração provoca uma roda.
Portanto, pesquisei nos videos do you tube uma cantiga para trabalhar com os alunos do maternal e encontrei este abaixo e com a alegria da roda celebramos a união de um povo e o respeito às diferenças. 
Para cantarmos na roda confeccionamos cordões com macarrão colorido e chapéu com tranças,